Deputado José Ricardo foi o que apresentou maior número de proposta na Câmara em 2020

Dos oito deputados federais do Amazonas, José Ricardo (PT) foi o que apresentou a maior quantidade de proposições na Câmara dos Deputados no ano que acabou, 2020. Ele apresentou 416 proposta. Em segundo lugar, o deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos), que apresentou 410 propostas. Depois vem Marcelo Ramos (PL) com 154 propostas; Delegado Pablo (PSL), 34; Silas Câmara (Republicanos), 16; Sidney Leite (PSD), 15; Átila Lins (PP), 9; e por fim, o que apresentou a menor quantidade de proposta na Casa, foi Bosco Saraiva (Solidariedade), com 4 propostas.

Art. 100 do Regimento Interno da Câmara:

 Proposição é toda matéria sujeita à deliberação da Câmara.
§ 1º As proposições poderão consistir em proposta de emenda à Constituição, projeto, emenda, indicação, requerimento, recurso, parecer e proposta de fiscalização e controle.

Amazonas no Congresso acompanhou também a presença dos deputados federais na Câmara e quantas vezes eles ocuparam o microfone do Plenário para discursar. Nessa atividade, o deputado mais ativo foi Marcelo Ramos, proferindo 128 discurso ao longo de 2020. Capitão Neto aqui também é o segundo colocado, indo ao púlpito da Câmara Federal 47 vezes; o terceiro foi Delegado Pablo, que usou o microfone da Casa 20 vezes; José Ricardo discursou 14 vezes; Sidney Leite, 11 vezes; Silas Câmara e Átila Lins, três vezes e, em último lugar em quantidade de discurso – como em propostas -, Bosco Saraiva, que comeu abiu em 2020. Não fez um discurso sequer.

Não discursar no Plenário não quer dizer que o deputado não esteve lá. Mas há, sim, deputados que não foram às reuniões do Plenário e das comissões em 2020. Quando isso acontece, eles, às vezes, justificam a ausência; às vezes não. Átila Lins participou 82 vezes das reuniões do Plenário e faltou 11 vezes. Justificou oito ausências e não justificou três. Ou seja, a Casa não sabe porque ele faltou. Não teve reunião das comissões de que participa. No Plenário, Bosco Saraiva justificou uma falta e deixou de justificar seis. Ou seja, faltou seis sessões e não disse o porquê. Também não houve reunião nas comissões. Capitão Neto justificou uma ausência e faltou outra vez sem justificar. Foi em seis reuniões em comissões e deixou de ir em uma e nem justificou. Delegado Pablo faltou duas vezes e justificou. Teve seis reuniões em comissões e foi para todas. José Ricardo justificou uma falta e deixou de justificar outra. Não teve reunião nas sessões. Marcelo Ramos não teve nenhuma falta. Sidney Leite também não faltou nenhuma sessão. Silas Câmara  faltou a nove sessões. Justificou sete e duas não.

Fonte: Site Câmara dos Deputados

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *